Unicórnio: Saiba de onde vem essa febre e como virou moda

13/12/2019 16:29

Origem da tendência

Em 2011 nos Estados Unidos, o movimento Pró-unicórnio ganhou forças por meio das redes sociais, caracterizado por unir a estética do punk com os animais marinhos. Assim que o movimento foi ficando ainda mais conhecido, fizeram a inclusão do unicórnio e foi ai que tudo começou.

Com o tempo os famosos e artistas como Lady Gaga e Miley Cyrus começaram a usar looks inspirados no unicórnio, logo esses seres mitológicos passaram a fazer parte de músicas, clipes, filmes, séries, decoração de festas e até desfiles de moda e foram sendo incorporados a outros objetos como cadernos, roupas, acessórios, pantufas, bolsas, canecas, etc.

 

Origem do Unicórnio

Não se sabe ao certo a origem do unicórnio, mas o primeiro relato escrito foi datado no ano de 400 antes de cristo pelo médico grego Ctésias, onde ele diz que os unicórnios viviam em um lugar chamado Industão, também conhecido como subcontinente indiano, que é um nome de uma região histórica do sul da Ásia, onde atualmente situam os territórios da Índia, Paquistão, Bangladesh, Nepal e Butão e por questões culturais as ilhas de Sri Lanka e das Maldivas.

A ideia de pureza e castidade começou a ser aplicada ao unicórnio, somente a partir do século 2, e foi usada com frequência durante o final da Idade Média e início da Idade Moderna.

No século 14, esse ser mitológico era visto como um animal cruel e associado ao mal e a morte, representando os desejos humanos que levavam as pessoas ao inferno.

Já no século 18, representavam o amante que se apaixonava pela donzela e isso foi muito retratado em quadros por pintores da época. Mas a verdade, é que a figura do unicórnio teve vários significados ao longo dos séculos e em diferentes lugares e culturas.

Há cientistas que dizem que o unicórnio chegou a existir na época da pré-história, mas ele foi um animal totalmente diferente do retratado atualmente, o animal nada místico tinha 1,82m de altura, 4,4m de largura e pesava 3.600kg, segundo a pesquisa publicada na revista “American Journal of Applied Sciences”.

A palavra unicórnio chegou a aparecer na Bíblia, mas na verdade foi apenas um erro de tradução, onde os tradutores queriam se referir um determinado animal que possuía apenas um chifre. A nova versão internacional da Bíblia traduz a determinada palavra para “boi selvagem”, mas ninguém sabe ao certo qual animal era esse, pode ter sido um rinoceronte, ou algum outro animal que existia naquela época e que hoje já não existe mais.

Hoje o unicórnio é visto como um símbolo de amor e união entre as pessoas e como vimos, ao longo dos séculos, sempre despertou a atenção de todos pela sua beleza e mistério.

Clique Aqui e confira os nossos produtos com tema unicórnio.

 

Gostou do post?

Se você gostou, deixe sua opinião nos comentários.

Compartilhe:
  • Facebook
  • Twitter
  • Google+
Categorias: